Homem é preso por suspeita de estuprar enteada na Bahia; vítima pediu socorro por mensagem de celular
10/07/2024 15:00 em Bahia

Um homem foi preso por suspeita de estuprar a enteada na cidade de Iaçu, a 280 km de Salvador. Segundo a Polícia civil, o caso aconteceu na terça-feira (9) e a vítima pediu socorro aos tios, através de mensagens enviadas pelo celular.

O crime aconteceu na casa onde a família morava, no bairro da Bolandeira. Conforme informado pela polícia, a mãe da garota saiu cedo para trabalhar e a adolescente ficou sozinha em casa com o padrasto.

O homem então invadiu o quarto da menina e, em trajes íntimos, a apalpou enquanto dormia.

 

A adolescente acordou assustada, expulsou o padrasto do quarto e pediu ajuda para a família. Quando viram as mensagens, os tios da adolescente acionaram a polícia.

 
 

O suspeito foi encaminhado para exames de corpo de delito e segue à disposição da Justiça nesta quarta (10). Ele vai responder pelo crime de estupro de vulnerável.

Complexo policial de Ibirapitanga — Foto: Giro Ipiaú

Complexo policial de Ibirapitanga — Foto: Giro Ipiaú

Em Ibirapitanga, um jovem de 19 anos foi preso por suspeita de estuprar um vizinho de três. Ele foi levado para a delegacia pelo próprio irmão e preso em flagrante.

 

A polícia não detalhou as circunstâncias do caso, mas explicou que a criança foi levada para o hospital da cidade e depois para o Departamento de Polícia Técnica de Ilhéus, cidade que também fica no sul do estado, para passar por exames.

 

Pai suspeito de estuprar filho

 

Homem foi encaminhado para a 1ª Delegacia Territorial (DT) de Teixeira de Freitas, distante cerca de 64 km de Alcobaça.  — Foto: Sulbahianews / Alexandro Sousa

Homem foi encaminhado para a 1ª Delegacia Territorial (DT) de Teixeira de Freitas, distante cerca de 64 km de Alcobaça. — Foto: Sulbahianews / Alexandro Sousa

Há quatro dias, em Teixeira de Freitas, também no sul do estado, um homem foi preso por suspeita de estuprar o próprio filho, uma criança de dois anos.

De acordo com informações apuradas, com a Polícia Civil da cidade, a criança passou a apresentar sinais de abusos sexuais após retornar da casa do pai, durante visitas nos finais de semana.

 

Em nota, a polícia da cidade informou que o suspeito alegou ter autismo e declarou ser inocente.

Um mandado de prisão preventiva foi cumprido, ele foi preso e levado para a delegacia da cidade, onde está á disposição da Justiça.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!