Mulher que colocava agulhas em morangos na Austrália teria agido por vingança.
12/11/2018 14:54 em Mundo

A mulher de 50 anos suspeita de colocar agulhas em morangos que foram comercializados na Austrália pode pegar uma pena de até 10 anos de prisão. Promotores disseram em um tribunal em Brisbane, nesta segunda-feira (12), que ela teria agido por vingança. My Ut , de 50 anos, foi detida No Domingo (11), após o relato de pelo menos 100 casos de agulhas ou alfinetes de costura encontrados em morangos em todo o país no início deste ano. Casos isolados também foram registrados na vizinha, Nova Zelândia. Um homem chegou a ser hospitalizado e as autoridades recomendaram que população cortasse as frutas antes de comê-las. A sabotagem obrigou a retirada de milhares de cestinhas desta fruta dos supermercados da Austrália e os agricultores a desprezar várias toneladas dos seus cultivos. A suspeita seria uma ex- supervisora da fazenda Berry, no norte de Brisbane. Segundo o jornal local, ela se sentiu maltratada por colegas de trabalho e falou sobre a possibilidade de se vingar. Ela foi indiciada por sete acusações por "contaminação de produtos, com a circunstância de agravamento".  O tribunal de Brisbane negou a liberdade condicional para My Ut até a próxima audiência que acontecerá em 22 de novembro. As autoridades australianas ofereceram uma recompensa de 100 mil dólares australianos (US$ 71.897) para encontrar os responsáveis pelo caso de sabotagem que pôs em xeque a indústria do morango no país.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!