Jovem tem 80% do corpo queimado por causa de tatuagem; namorado é suspeito.
05/09/2018 11:14 em Bahia

A Polícia Civil investiga o envolvimento de um rapaz, de 26 anos, em um incêndio que queimou mais de 80% do corpo da namorada, a jovem Bruna Jenifer Cirilo, de 21. O ataque ocorreu na casa em que eles moravam, em Itanhaém, no litoral paulista. Segundo apurado pelo G1 na manhã desta quarta-feira (5), a garota foi internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa de Santos em estado grave. Segundo a polícia, uma tatuagem pode ter motivado a agressão. De acordo com informações de testemunhas, Bruna morava há cerca de quatro meses na cidade litorânea, para onde se mudou com um antigo namorado que, inicialmente, prometeu a ela um emprego na cidade. Depois, ela descobriu que, na verdade, ele tinha envolvimento com o tráfico de drogas e era procurado pela polícia. O rapaz, cujo nome estava tatuado no peito da vítima, foi preso dias após a mudança, e logo em seguida, Bruna se envolveu com o suspeito do crime. Segundo boletim de ocorrência registrado no 1º Distrito Policial de Itanhaém, o casal já havia se desentendido pelo fato de ela manter contato com o ex-namorado pelo WhatsApp, apesar do rapaz permanecer preso. A vítima foi socorrida por equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o Hospital Irmã Dulce e, depois, para a Santa Casa de Santos, onde, segundo familiares, segue internada. Ela teve mais de 80% do corpo queimado, perdeu um dos seios e corre o risco de ter um braço amputado. Segundo a polícia, o rapaz foi detido e acabou sendo liberado em seguida. 

 

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!