Casal de idosos de Taubaté tem energia cortada após conta de R$ 10 mil.
09/03/2018 11:20 em Brasil

Um casal de idosos de Taubaté está sem energia elétrica há três dias após receber uma conta de quase R$ 10 mil. Eles contam que técnicos da empresa de energia constataram que o relógio estava cobrando menos do que deveria e 'compensou' a diferença em uma única conta. Para especialistas, a prática é abusiva porque não houve erro por parte dos moradores. A EDP São Paulo não explicou o que levou à cobrança. Segundo os moradores da casa, o problema começou no ano passado quando um técnico da EDP São Paulo foi até a casa onde moram e encontrou um "erro" no relógio. Até então, a conta tinha o valor médio de R$ 100. Por causa desse problema, a conta de luz estaria abaixo do valor real e, para compensar, a EDP enviou em janeiro um boleto à família de quase R$ 10 mil. O casal diz que não tem condições de pagar uma conta desse valor. Sem o pagamento, a energia foi cortada. Para o advogado Marcos Edwagner, que atua na área de direito do consumidor, a cobrança é um abuso da empresa. “Se por ventura está cobrando, ao meu entendimento, menos do que foi consumido, mandar uma conta de R$ 10 mil é uma prática abusiva. Deveriam chamar os moradores, explicar o que está acontecendo e propor um acordo dentro da capacidade do cliente porque não é um erro dele”, explicou.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!